terça-feira, 31 de agosto de 2010

Palmeiras: das florestas tropicais para o seu jardim

Exóticas, com a cara das paisagens tropicais do Brasil, e rústicas, mas sem perder a elegância, as Palmeiras estão sendo escolhidas para decorar jardins, dentro ou fora de casa, ou ainda para compor a fachada de casas particulares ou edifícios comerciais, e há mais de 5 anos vem tomando o lugar de árvores tradicionais da nossa cidade.


Com mais de 2500 espécies e de crescimento lento, as maiores chegam a mais de 30 metros de altura quando adultas, o que faz com que sejam bem valorizadas em ambientes naturais, onde sua beleza e seu grande porte enriquecem o visual do local.
Como são muito resistentes as adversidades naturais, podem ser facilmente cultivadas em locais diversos, já que ventos fortes, altas temperaturas ou salinidades existentes no solo, não acarretam problemas para seu desenvolvimento.

Palmeiras no pátio da igreja Matriz

Na decoração

Se você tem um jardim de inverno, ou mesmo um canto da sua sala reservado para um vaso, lá está um lugar ideal para uma Palmeira de pequeno porte, que pode ser combinada com flores de diversos tamanhos e cores, passando sensação de tranqüilidade e proporcionando um belo local de descanso. Jardins externos podem comportar as mais altas e largas, que já podem ser compradas grandes, mas que por outro lado custam mais.

Piscina e Palmeiras: combinação perfeita

As mudas geralmente são encontradas em tamanhos que variam de 1,5 m a 2 m e têm preços mais acessíveis, que podem variar de R$ 30,00 até R$ 190,00 aproximadamente. Mas para quem está disposto a gastar mais, existem algumas Palmeiras Imperiais, por exemplo, que já são vendidas com mais de 30 me-tros de altura, mas por preços bem mais elevados, que podem chegar até R$ 20 mil, sem contar as despesas com transporte e plantio.

Fachada da Alicel Modas: visual bonito e com Palmeiras em destaque.

Como cultivá-las

O primeiro passo é saber qual a espécie escolhida e quais os cuidados específicos para esse tipo, que pode ser informado pelo vende-dor, afinal, nem todas requerem os mesmos cuidados e é preciso ficar atento a isso. De maneira geral, as palmeiras ficam melhores em locais que tenham luminosidade em abundância.
Plantá-las próximas a paredes brancas é uma dica importante, pois elas refletem e assim aumentam a luminosidade. Regue as mudas de duas a três vezes por semana, e verifique se o vaso possui uma drenagem adequada. Se as folhas estiverem murchas ou opacas, borrife água. As que estiverem em ambientes com ar condicionado requerem esse cuidado em abundância. Trocar para um vaso maior sempre que necessário, também é importante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário